Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Turismo’

d2289f0de44d4b7481b8f4b90d4a8d653439b29a

Anúncios

Read Full Post »

Moçambique, as suas gentes e os seus encantos, a simpatia de um povo que sabe bem receber, terra índica,Mocambique_mapa cheia de vida e de belezas escondidas, intocadas na sua natureza feita de praias sem fim, da Baía do Tungué passando pelas paradisíacas ilhas de Cabo Delgado à Ilha de Moçambique, com a sua cultura milenar e património da humanidade, das surpresas da Reserva Natural do Arquipélago de Bazaruto à dádiva de Inhambane, ponto de passagem obrigatória das baleias em migração, da praia do Xai-Xai, (abrindo-nos o apetite com umas deliciosas ostras), à Ponta de Ouro, um dos destinos favoritos dos amantes por mergulho.

Moçambique é também um dos novos santuários do mundo, investindo na recuperação da vida selvagem, com a sua variedade de reservas naturais e uma aposta forte no turismo cinegético de qualidade, onde se desenvolve uma consciência ambiental cada vez maior.

Nas cidades, que nos parecem tão familiares com a sua arquitectura que cruza a história e culturas tão diversas, sente-se o pulsar da vida quotidiana, desde o burburinho dos seus bazares ao exotismo do artesanato aos museus, bares e restaurantes.

Mas como não podemos contar tudo, preparamos este guia onde poderá encontrar as pistas para usufruir a cultura, as pessoas, a gastronomia e a beleza de um país à sua espera para ser descoberto e acarinhado.

Fonte: http://www.turismomocambique.co.mz/index.aspx?menuid=1&lang=P

Read Full Post »

Cantora Fafá de Belém recebeu nesta quarta-feira (19) no Consulado Geral de Portugal, em Botafogo, zona Sul do Rio de Janeiro, a  “Medalha de Mérito Turístico 2011”, homenagem do governo de Portugal. A comenda foi entregue por Cecília Meirelles, secretária de Estado de Turismo de Portugal.

A Medalha de Mérito Turístico foi concedida à Fafá pelo seu trabalho espontâneo de divulgação e promoção de Portugal como destino turístico no Brasil e no mundo.

«É uma homenagem muito merecida. A nossa intenção é que a cada vez mais brasileiros descubram Portugal e, para isso, a Fafá é nossa melhor embaixadora. Só consegue explicar e convencer os outros a irem a Portugal quem conhece e quem gosta de Portugal, como ela», afirmou à Agência Lusa a secretária de Turismo, Cecília Meireles.

Muito emocionada, a cantora não conteve as lágrimas e chorou em diversos momentos da homenagem, a relembrar sua relação de carinho e afecto com o país, terra natal dos seus pais.

De acordo com a artista, a primeira vez que esteve em Portugal foi muito marcante porque ela reconheceu no país as suas origens. Ao ser questionada quantas vezes já havia estado em Portugal, Fafá de Belém deu uma de suas míticas gargalhadas, a acrescentar que já havia perdido a conta há muito tempo.

«Portugal é isso, é o mar que nos separa, mas nos une, é o idioma que é o mesmo, mas não é, é o sentimento, é uma saudade, é a emoção que ninguém tem vergonha de demonstrar. É a nossa alma, que é uma só», disse, em lágrimas, durante o discurso.

O treinador do Real Madrid, José Mourinho, o surfista Tiago Pires, e o economista Ernâni Lopes, a título póstumo também foram agraciados com a comenda neste ano na cerimônia  que contou com a presença do ator português Joaquim Almeida, muito conhecido no mundo cinematográfico internacional.

Fonte com fotos: http://www.nhenhenhem.com/noticias/fafa-de-belem-recebe-medalha-de-merito-turistico-2011-do-governo-de-portugal-2309.html

Read Full Post »

Dormidas de brasileiros nos estabelecimentos hoteleiros portugueses subiram 32,5% em julho, suplantando o

crescimento da procura dos turistas britânicos e espanhóis.

Lisboa – O Brasil continua a ser um dos principais emissores de turistas para Portugal e no mês de julho foi mesmo o mercado emissor que mais cresceu, registando um aumento de 32,5% do número de dormidas face a julho do ano passado, de acordo com os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

“Do total de dormidas de não residentes, cerca de 75% tiveram origem nos oito principais mercados emissores, que continuam a revelar um desempenho fortemente positivo, com crescimentos liderados pelos mercados brasileiro (+32,5%), britânico (+20,8%) e espanhol (+18,1%)”, revelou o INE.

Em julho o número de dormidas nos estabelecimentos hoteleiros portugueses cresceu 10% em termos homólogos, para 5,05 milhões, sendo que as dormidas de turistas portugueses subiram apenas 1,9%, enquanto as de estrangeiros aumentaram 14,7%. No mês em análise os proveitos totais da hotelaria portuguesa subiram 11,1%, para 240,8 milhões de euros.

Já no total acumulado desde o início do ano o turismo em Portugal soma 22,1 milhões de dormidas, com um aumento de 8,9%, e as receitas totais ascendem a 1.040 milhões de euros, mais 7,5% que nos primeiros sete meses do ano passado.

Segundo o INE, os hotéis e os hotéis-apartamentos apresentaram os maiores aumentos no número de dormidas relativamente ao período homólogo e para estes resultados contribuíram todas as categorias, com destaque para as unidades de cinco e quatro estrelas, que decorrem igualmente do aumento da oferta.

A distribuição regional do total de dormidas, em comparação com o mês homólogo, revela acréscimos em todas as regiões, com destaque para a Madeira (+19,5%) e o Alentejo (+12,3%). O Algarve cresceu 9,5%, enquanto Lisboa e o Centro se fixaram com taxas de crescimento de aproximadamente 8%.

“Para o bom resultado registado na Madeira”, diz o INE, “contribuíram particularmente os mercados britânico e alemão que, em conjunto, representam cerca de 50% das dormidas de não residentes e cresceram 20,8%, em comparação com o período homólogo de 2010”. Já no Algarve, o principal mercado emissor (o britânico), representa cerca de 40% das dormidas de não residentes na região) e cresceu 19,4%, tendo sido superado apenas pelo crescimento do espanhol (+31,1%, correspondendo a 11,5% do total).

Fonte: http://www.portugaldigital.com.br/noticia.kmf?cod=12397673&canal=157

Read Full Post »

“Turismo nos dois sentidos” entre Portugal e Brasil no Congresso da APAVT
O XXXVII Congresso da APAVT irá abordar o tema da potenciação do aumento do turismo brasileiro em Portugal e como promover a retoma do turismo português no Brasil. Questões a abordar em painel dedicado, num Congresso que este ano decorre de 28 de Novembro a 2 de Dezembro em Fortaleza, no estado do Ceará.

Flávio Dino, presidente da Embratur, Luiz Mór, vice-presidente da TAP, Ronnie Correa, director-geral da Abreutur, Stefano Saviotti, presidente da Dom Pedro Hotéis e Valter Patriani, presidente da CVC Viagens, são os oradores convidados do painel “PORTUGAL-BRASIL: Turismo nos dois sentidos”, que será moderado por Artur Andrade, editor chefe do jornal especializado em turismo Panrotas. Esta sessão de trabalhos está agendada para ter início às 9 horas do dia 1 de Dezembro.
João Passos, presidente de APAVT, afirma a propósito que “o Brasil é inquestionavelmente um dos mercados emissores que maior potencial nos oferece, tem registado um crescimento muito interessante mas está longe de adequadamente explorado. Parece-nos, assim, absolutamente oportuno promover a discussão de ideias sobre a melhor forma de desenvolver este mercado, a par da discussão sobre o que se impõe fazer para retomar o crescimento do turismo português para o Brasil, pois esta indústria é feita de intercâmbios e este é também um destino que tem ainda muito para oferecer aos nossos turistas”.

Fonte: http://www.turisver.com/article.php?id=53964

Read Full Post »

O gasto dos brasileiros com viagens internacionais atingiu valor recorde de US$ 10,2 bilhões

Bandeiras do Brasil nas lojas de Braga... Para acolher os turistas brasileiros... Nossos compatriotas!

no primeiro semestre, segundo dados do Banco Central. Isso representa um aumento de 44% em relação ao mesmo período de 2010.

Essa elevação se deu apesar do aumento do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) nos gastos com cartão no exterior, que subiu de 2,38% para 6,38% no final de abril. O objetivo do governo era reduzir o endividamento dos brasileiros.

Dados do BC mostram que os brasileiros continuam gastando lá fora. Apenas trocaram o cartão de crédito por outras formas de pagamento (cartão pré-pago e dinheiro em espécie, por exemplo), nas quais o imposto é de 0,38%.

As despesas dos estrangeiros que visitam o Brasil cresceram menos, de US$ 2,9 bilhões para US$ 3,4 bilhões.

A diferença entre os gastos de brasileiros e estrangeiros é um dos fatores que contribui para o aumento do deficit do Brasil nas suas transações correntes.

O BC projeta uma diferença de US$ 15 bilhões neste ano. Isso representa 25% do resultado negativo do país nas suas transações com o exterior.

INVESTIMENTO

O investimento estrangeiro direto em empresas brasileiras cresceu quase 170% no primeiro semestre e chegou a US$ 32,5 bilhões, segundo o BC.

O valor foi mais que suficiente para cobrir o deficit do Brasil nas suas transações com o exterior, que passou de US$ 23,8 bilhões, no primeiro semestre de 2010, para US$ 25,5 bilhões no mesmo período de 2011.

Os investimentos em ações no país caíram praticamente pela metade na mesma comparação, para US$ 3,5 bilhões, enquanto as aplicações de estrangeiros em títulos de renda fixa recuaram de US$ 9,3 bilhões para apenas US$ 133 milhões.

Em junho, o deficit nas transações recuou em relação ao mês anterior, para US$ 3,3 bilhões. O investimento direto subiu para US$ 5,5 bilhões.

DÓLAR

Especialistas do mercado financeiro antecipam que a taxa de R$ 1,50 deve se tornar o próximo “piso psicológico” para o dólar, depois que a cotação da moeda americana passou a oscilar abaixo de R$ 1,55, o seu preço mínimo mais duradouro dos últimos anos.

Ontem, a taxa de câmbio doméstica recuou para R$ 1,543 (uma queda de 0,6%), após cinco dias consecutivos de perdas. Trata-se de um preço não visto desde janeiro de 1999, quando ocorreu a mudança do regime cambial do país (de “fixo” para “flutuante”).

Fonte: http://www.jornalfloripa.com.br/brasil/index1.php?pg=verjornalfloripa&id=11661

Read Full Post »

O Brasil cotou-se em Abril como o mercado emissor de turistas para Portugal com o maior crescimento em Abril, um mês em que, como já se esperava, os emissores europeus iriam apresentar taxas de crescimento fortes, segundo os dado do INE publicados hoje.
O Instituto indica que em Abril o aumento das dormidas de brasileiros na hotelaria portuguesa foi de 46,6%, à frente do Reino Unido, com +33,8%, e Espanha, com +30,1%.
Os dados do INE mostram que todos os sete principais mercados emissores tiveram em Abril crescimentos a dois dígitos das dormidas na hotelaria portuguesa.
Depois do Brasil, Reino Unido e Espanha, os maiores crescimentos foram os dos Países Baixos, com +22,3%, Alemanha, com +17,1%, Itália, com +16,2%, e França, com +14,2%.
Em média, segundo o INE, a hotelaria portuguesa teve em Abril um aumento das dormidas de estrangeiros em 25,5%, para 2,3 milhões.
Para este forte crescimento contribuem vários factores. Por um lado, Abril foi este ano o mês do “pico” das férias da Páscoa, que em 2010 foi principalmente em Março. Além deste efeito de calendário, o crescimento em Abril deste ano também reflecte o facto de em Abril de 2010 ter ocorrido a paralisação do tráfego aéreo na Europa pela presença da nuvem de cinzas vulcânicas expelida por um vulcão na Islândia.
“Esta evolução francamente positiva dos principais indicadores resulta do aumento da procura no período da Páscoa – sucedido por um feriado nacional, associada a campanhas de preços promocionais e em comparação com os resultados desfavoráveis de Abril de 2010, então condicionados pela nuvem de cinzas vulcânicas”, escreve o INE na síntese dos indicadores da hotelaria relativos a Abril.
Há um ano, segundo os dados divulgados à época pelo INE, a hotelaria portuguesa registara uma queda das dormidas em 4,9%, para 2,968 milhões, pela queda das pernoitas de estrangeiros em 9,3%, para 1,885 milhões, enquanto o mercado dos residentes em Portugal registara um crescimento de 3,9%, para 1,08 milhões.
Ao divulgar esses indicadores, o INE destacava que a evolução em Abril contrariava a tendência que se observava desde o início de 2010 e dizia que essa “inversão da tendência está associada aos efeitos das perturbações atmosféricas causadas pela nuvem de cinza proveniente do vulcão Eyjafjallajokull na Islândia, que afectou o tráfego aéreo na segunda metade do mês e consequentemente as estadias nos estabelecimentos hoteleiros”
De acordo com  Instituto, em Abril deste ano, além de crescimento das dormidas de estrangeiros, a hotelaria também teve um aumento em 6,4% nas pernoitas de residentes em Portugal, que perfizeram um total de 1,15 milhões.
A hotelaria portuguesa teve, assim, no mês de Abril 1,27 milhões de hóspedes, em alta de 11% face a 2010, e 3,48 milhões de dormidas, mais 18,4% que no ano passado.
Apesar destes resultados de Abril, para o conjunto do primeiro quadrimestre os crescimentos são de 4,8% em número de hóspedes, para 3,648 milhões, e 7,1% em dormidas, para 9,54 milhões, neste caso com aumentos de 1,6% nas pernoitas de residentes em Portugal, para 3,356 milhões, e 10,3% nas pernoitas de estrangeiros, para 6,185 milhões.

Fonte: http://www.presstur.com/site/news.asp?news=30955

Read Full Post »

Older Posts »